Meio Ambiente

Arborização Urbana

Podadores



A Divisão de Meio Ambiente da Daemo Ambiental visando atender o Programa de Formação Continuada em Arborização Urbana, está promovendo o Curso de reciclagem para as empresas e podadores autônomos cadastrados na autarquia que realizam serviços de poda em árvores no município. O objetivo do curso é atualizá-los e orientá-los para uma poda adequada nos exemplares arbóreos da Estância Turística de Olímpia. Além disso, visa atender as metas do Plano de Arborização Urbana e a legislação em vigor, no controle e fiscalização das podas das árvores no município. O curso será ministrado nos dias 1, 2 e 3 de setembro, na Sala de Reunião da Daemo Ambiental.

Durante os três dias do curso, serão realizadas diversas atividades como a apresentação da nova legislação que fará parte do Código de Arborização Urbana – CAU, a apresentação dos fiscais ambientais, a discussão sobre a disposição adequada dos resíduos de poda urbana no Parque Ambiental e a palestra com os engenheiros agrônomos Marcelo Crestana e José Flávio Crestana Guardia, da empresa GeoTriade Engenharia Ltda.- ME de Piracicaba-SP, sobre as técnicas de condução de árvores urbanas em Olímpia. Os participantes terão oportunidade ainda, de realizarem a poda prática em exemplares arbóreos.

O curso é restrito à estes profissionais que estão cadastrados na Divisão de Meio Ambiente da Daemo Ambiental e também aos funcionários públicos que atuam nos serviços que demandam este tipo de intervenção nos exemplares arbóreos.

Esta atividade faz parte do treinamento que a DAEMO Ambiental oferece gratuitamente a estes profissionais anualmente. Para o credenciamento, o profissional deverá entrar em contato com a Divisão de Meio Ambiente apresentando a documentação para o cadastramento. Os documentos necessários são: RG, CPF/CNPJ, uma foto 3x4, comprovante de residência, Inscrição municipal e registro no IBAMA (caso possua motosserra). Além da documentação acima, o podador deve informar se realiza outros tipos de serviços como jardinagem, supressão de árvores, utilização de lenha retirada de toco, reforma de calçadas e se deseja a divulgação ou não de seus serviços para os interessados.

Para as pessoas que realizam a “poda de formação”, com ferramentas simples como a tesoura ou o tesourão de poda, cortando apenas galhos finos com diâmetro menor de 2 cm, sem utilizar escadas ou outros tipos de ferramentas pesadas, não é necessário estarem cadastradas. O munícipe poderá intervir no exemplar arbóreo, promovendo o seu desenvolvimento adequado. Para orientações, a Divisão de Meio Ambiente conta com equipe técnica capacitada para atender ao munícipe.

O credenciamento dos podadores somente será possível com a participação dos mesmos nas atividades de orientação e reciclagem. A exigência da apresentação da carteirinha pelos podadores aos fiscais ambientais da DAEMO Ambiental está prevista em lei, ou seja, somente os podadores cadastrados na Daemo Ambiental poderão realizar as podas nas árvores das vias públicas. Os podadores estando orientados para os cuidados necessários com o exemplar arbóreo promoverão seu desenvolvimento, melhorando a qualidade de vida da população.

Clicando no ícone abaixo você terá acesso a programação do curso:

Clique Aqui Programação Curso de Capacitação de Podadores

Compartilhe

Economize Água! Ela pode acabar!