Notícias

Cadastro para a castração tem baixa procura na Daemo Ambiental - DAEMO Ambiental - Olimpia-SP

Cadastro para a castração tem baixa procura na Daemo Ambiental

Com o objetivo de reduzir a população de animais domésticos soltos nas ruas da cidade e implementar novas políticas e programas de gestão de animais de pequeno porte, a Daemo Ambiental está realizando a castração de cachorras e gatas das famílias de baixa renda. Para isso, é necessária a realização de um cadastro, preenchido na sede da autarquia.

De acordo com a divisão de Meio Ambiente da Daemo, responsável pelos cadastros e agendamentos, a procura está baixa para a castração dos animais. Para o cadastro, o proprietário do animal deverá apresentar o RG, CPF, comprovante de residência e o número do NIS (Número de Identificação Social) válido para comprovar a baixa renda. Após o cadastro, será realizada uma vistoria pelo médico veterinário responsável para conhecer o animal e verificar as condições para a castração.

Ainda segundo a divisão, o número de faltantes agendados para a realização do procedimento cirúrgico é muito alto. No total, a autarquia já castrou 191 cachorras e 144 gatas.  Por dia são realizados, no mínimo, sete castrações.

Para a realização do procedimento, a autarquia realizou uma licitação para a contratação de empresa para a prestação de serviços veterinários para procedimento cirúrgico de castração canina e felina em fêmeas. Com isso, a autarquia poderá castrar 1.650 animais por ano, sendo 137 por mês.

O cadastro pode ser feito na Daemo Ambiental, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. A autarquia está localizada na Avenida Harry Gianecchini, 350, no Jardim Toledo.

Economize Água! Ela pode acabar!

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites