Notícias

Daemo aplica larvicida biológico nas lagoas de Ribeiro dos Santos e Baguaçu - DAEMO Ambiental - Olímpia-SP

Daemo aplica larvicida biológico nas lagoas de Ribeiro dos Santos e Baguaçu

A Daemo Ambiental está aplicando nas lagoas de tratamento de esgoto dos distritos de Ribeiro dos Santos e Baguaçu o larvicida biológico. O objetivo é matar as larvas de pernilongo, dos estágios T1-T3. A última vez que o produto foi aplicado foi em 2015. Em Ribeiro, o produto foi aplicado no dia 23 de outubro e em Baguaçu será nesta próxima semana.

O larvicida biológico é feito à base de esporos da bactéria Bacillus sphaericus, bactéria de ocorrência natural que, ao ser ingerida pelas larvas do pernilongo (Culex quinquefasciatus), produz uma proteína em forma de cristal que rompe o intestino das larvas causando a sua morte entre 24 e 48 horas. O larvicida biológico tem um mecanismo de ação mais intricado do que o larvicida químico, por isso dificilmente haverá o surgimento de larvas resistentes à sua ação ao contrário do que ocorre com o químico, que pode se tornar ineficaz ao longo do tempo.

O produto, que pode ser aplicado a cada 20 dias, não ataca os mosquitos, somente as larvas. Mosquitos adultos somente serão exterminados com inseticida. O que o larvicida faz é interromper o desenvolvimento das larvas e o nascimento de novos mosquitos. Os mosquitos adultos tendem a desaparecer já que as larvas que nascem não conseguirão chegar a se tornar mosquitos.

O larvicida somente é eficaz no criadouro onde foi aplicado, isto é, nas lagoas de tratamento de esgoto. Por isso é importante que a população mantenha seu quintal sem recipientes que possam reter água parada. Lembrando que o pernilongo gosta de água suja para botar seus ovos ao contrário do mosquito da Dengue que prefere água limpa.

Compartilhe

Economize Água! Ela pode acabar!