Ir para o conteúdo

DAEMO Ambiental e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
DAEMO Ambiental
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Meio Ambiente

As árvores tem especial importância no ambiente urbano, pois além do seu valor que elas tem na manutenção do equilíbrio ecológico, a presença de indivíduos arbóreos promovem melhorias no aspecto visual da cidade, no microclima, na poluição atmosférica e acústica, no solo e fauna, na redução do escoamento superficial, na absorção de ruídos e na redução do impacto da chuva no solo.

O Plano Diretor de Arborização Urbana vem para contribuir de uma forma significativa no planejamento e gestão da arborização, estimulando o aumento no índice de projeção de copa do município, leis mais eficientes e no aumento da diversidade de espécies.

O Plano Diretor de Arborização Urbana tem como objetivo orientar as ações do poder público com a finalidade de compatibilizar os interesses coletivos e garantir os benefícios da arborização urbana na Estância Turística de Olímpia.

A metodologia utilizada para a elaboração do Plano Diretor de Arborização Urbana foi a fundamentação teórica obtida em levantamento bibliográfico de estudos acadêmicos sobre arborização urbana e consulta a Planos de Arborização Urbana desenvolvidos por outras Prefeituras, aliada ao diagnóstico da situação atual da arborização urbana municipal baseada em inventário arbóreo das praças e vias públicas do município, bem como, o levantamento das ferramentas existentes que interferem nesse processo, como o viveiro municipal existente, o sistema de solicitação de poda drástica e supressão e as autorizações decorrentes da abertura desse processo e os programas de educação ambiental voltados para arborização. A partir disso, determinaram-se estratégias para alcançar as metas que compõe o Plano Diretor de Arborização Urbana da Estância Turística de Olímpia – SP.

A partir do diagnóstico, que levantou os principais problemas existentes atualmente no município, foram determinadas algumas metas para a arborização urbana municipal e, a partir disso, foram definidas estratégias, instrumentos para o cumprimento das metas do Plano Diretor de Arborização Urbana.

Alguns problemas encontrados: baixa diversidade de espécies, realização de poda de formativa ou drástica, conflitos existentes com equipamentos urbanos, distribuição desigual da arborização urbana, podadores mal instruídos, aspectos socioeconômicos e culturais da população, entre outros.

Algumas metas a serem atingidas: aumentar e melhorar a cobertura e a qualidade da arborização urbana no município; priorizar o uso de espécies nativas; estabelecer áreas prioritárias para plantio; estabelecer critérios técnicos para o plantio, poda, supressão e transplante de árvores; melhorar a distribuição das árvores no município; instruir e capacitar os profissionais que trabalham com atividade de poda; implantar mais Programas de Educação e Sensibilização Ambiental voltados a arborização urbana, entre outras.

Algumas estratégias estabelecidas para atingir as metas: inventário arbóreo de quatro em quatro anos; produção, seleção, aquisição e manejo de mudas; estabelecimento de critérios para definição dos locais de plantio; educação ambiental; manutenção da arborização; capacitação dos profissionais que desempenham atividade de poda no município; entre outras.Este Plano de Arborização prevê que as metas deverão ser cumpridas integralmente ou parcialmente até 2019, conforme a possibilidade do poder público visando uma melhor distribuição da arborização nos aglomerados urbanos da Estância Turística de Olímpia.

 
Seta
Versão do Sistema: 3.1.0 - 07/06/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia