Ir para o conteúdo

DAEMO e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
DAEMO
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
07
07 ABR 2022
Olímpia recebe reunião da Funasa para discutir saneamento básico com representantes da Bacia do Turvo/Grande
enviar para um amigo
receba notícias
Buscando debater o novo Marco Regulatório do Saneamento e orientar os municípios sobre ações relacionadas ao tema, a Funasa – Fundação Nacional de Saúde / Superintendência Estadual de São Paulo realizou, na manhã desta quinta-feira (07), uma reunião, na Estância Turística de Olímpia, com representantes dos municípios integrantes do Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo e Grande, que é a maior do Estado.

Com a presença de prefeitos e lideranças de cerca de 50 municípios da região, o encontro, realizado na sala de convenções do Celebration Resort, apresentou a parceria firmada entre a Funasa e a Fundação Carlos Alberto Vanzolini, da USP (Universidade de São Paulo), para ações de saneamento rural nos municípios paulistas, com levantamento técnico para orientação de investimentos, o chamado projeto estratégico territorializado de atuação governamental do Estado de São Paulo.

Regulamentado pela Lei Federal nº 14.026/2020, o Novo Marco do Saneamento, cujo relator foi o deputado federal olimpiense, Geninho Zuliani, visa criar instrumentos normativos de padronização da prestação dos serviços públicos de saneamento básico que deverão ser adotados pelas agências reguladoras de saneamento em todo o país, determinando ainda a abertura de licitação para a prestação dos serviços, com a permissão de que empresas privadas participem do processo. A finalidade é buscar a oferta de coleta de esgoto e tratamento de água com qualidade para todos os brasileiros.

Pensando na universalização dos serviços, deverão ser elaborados Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB) e, para auxiliar os municípios, a Funasa selecionou universidades e técnicos da área para fazer um levantamento das necessidades e prioridades de cada cidade, cuja proposta foi abordada na reunião.

O superintendente estadual da Funasa em São Paulo, Ronaldo Souza Camargo, ressaltou que a Fundação anseia aproximar as prefeituras para elaboração de uma política pública de saneamento rural para todo o Brasil e destacou a atuação de Olímpia.

“Ao todo, são 22 bacias hidrográficas e esta é a 14ª reunião que fazemos, com a maior bacia do Estado. Estamos num momento muito importante que é a promulgação do Marco Regulatório e precisamos unir os esforços para atingir as metas que o marco define que é a de termos 100% de água tratada e 98% do esgoto tratado até dezembro de 2033, em todos os municípios brasileiros. Olímpia é uma grande exceção neste contexto, que já conta com essa estruturação e um planejamento, mas a maior parte dos planos municipais precisam ser revisados e alinhados para poder receber recursos do Governo Federal e oferecer serviços de qualidade”, declarou Ronaldo.

Anfitrião do evento, o prefeito Fernando Cunha compôs a mesa de trabalhos, deu as boas-vindas aos presentes e falou sobre a importância do marco e da preservação dos recursos hídricos. “A água é uma necessidade básica que nós temos, mas, para Olímpia, tem também grande importância econômica, porque é nossa maior riqueza. Então, sempre que pudermos, vamos contribuir e zelar por esse bem. Nós temos 60 rios e córregos no perímetro territorial de Olímpia, muito bem drenados, e temos que preservar isso. Acho que o mundo hoje está mais consciente e, agora com o Marco Regulatório, o caminho está dado para resgatarmos e preservarmos os recursos hídricos do nosso país”, ressaltou.

A mesa de autoridades também contou com a presença do superintendente do Semae de Rio Preto, Nicanor Batista Junior, que no ato representou o prefeito Edinho Araújo, presidente da Bacia Turvo/Grande; Luiz Fiorani, prefeito de Vista Alegre do Alto e presidente do consórcio público Codevar; Caio Fontana, representante da Universidade Federal de São Paulo e coordenador do projeto; e Sérgio Siebra, chefe substituto da divisão de engenharia da Funasa no Estado de São Paulo.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia